quarta-feira, 15 de junho de 2011

Benjamin, os brinquedos e a infância contemporânea; Benjamin, the toys and the childhood in contemporary days

"O artigo traz reflexões acerca do brincar e da infância na contemporaneidade, tendo como eixo as contribuições de Walter Benjamin em seus escritos sobre os brinquedos. A posição subjetiva na contemporaneidade, marcada pela autonomização e o individualismo, reflete-se nas vias de transmissão educacional. Considerando-se que o brincar é um processo que produz subjetividades, observa-se que hoje as crianças encontram-se confrontadas com a crescente subtração deste espaço de criação, por excelência. Efeitos desta posição podem ser evidenciados na clínica psicanalítica, na qual as crianças manifestam dificuldades em relação a colocar em jogo a criação, revelando traços dos efeitos de transmissão que o social rege." (MEIRA, 2003)

Artigo publicado na Revista Psicologia e Sociedade, vol. 15, n.2, Associação Brasileira de Psicologia Social/ABRAPSO, 2003.


Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v15n2/a06v15n2.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário